Chile

 

DSC00153

O Chile é um país  da América do Sul que ocupa uma longa e estreita faixa costeira encravada entre a Cordilheira dos Andres e o oceano Pacifico . Santiago é a Capital e um dos destinos mais desenvolvidos da América do Sul.  Moderna e charmosa, Santiago impressiona seus visitantes antes mesmo da aeronave pousar em terra firme. Da janelinha do avião, o espetáculo da Cordilheira dos Andes e sua imensidão de picos desperta olhares atentos  e impressionados com a imensidão dos Andes. La de cima já dá para se ter uma ideia do visual que cerca a cidade, que fica  localizada em um vale.

DSC00196

Santiago, ou Santiago de Chile, tem mais de 6,5 milhões de habitantes em sua região metropolitana. A cidade é grande, limpa, arborizada, tem um sistema de metrô eficiente e pontos turísticos variados, que cada vez atraem mais brasileiros. Apesar de ser uma cidade de grande porte e muito movimentada,  Santiago ainda reserva em alguns de seus bairros a boemia e tranquilidade de outros tempos. Uma viagem à cidade é interessante para conhecer edifícios históricos, visitar museus e parques com uma bela visão panorâmica, passear por vinícolas, experimentar vinhos, desfrutar de boas refeições e esquiar. E, é claro, ver a neve de perto para quem vai no inverno!

As praças, museus e calçadões do Centro Histórico de Santiago estão sempre no roteiro de quem vai a Santiago pela primeira vez.  A troca da guarda no Palácio de La Moneda e a Plaza de Armas são algumas das opções mais procuradas. Para os fãs de museus, vale conhecer a Casa de Pablo Neruda, o Museu Histórico Nacional e o Museu de Arte Precolombino. Imperdível também é a Catedral Metropolitana de Santiago que fica Localizada na Plaza das Armas, e que  forma um conjunto arquitetônico com o Palácio Arcebispal, com uma arquitetura belíssima e muito bem conservada, há diversos tesouros históricos guardados, como restos das principais figuras eclesiásticas do Chile e personagens nacionais como o político Diego Portales, considerado o organizador da República.

DSC07063

 

Cerro Santa Lucia

O Cerro Santa Lucia está localizado a poucas quadras do centro da cidade. É um parque urbano em cima de uma das colinas da cidade, com um mirante que proporciona um visual panorâmico da capital tendo a Cordilheira dos Andes ao fundo, um verdadeiro refúgio.

DSC00154

Valparaíso e Viña del Mar – Conhecer as cidades praianas que ficam bem pertinho de Santiago também vale a pena.

Uma sugestão é começar por Valparaíso, que tem um importante porto marítimo. É uma das maiores cidades do Chile, com uma área histórica considerada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco. Possui 42 morros, chamados de cerros. Ao chegar em Valparaíso você já percebe um amontoado de morros e casas coloridas. Dá para fazer Valparaíso e Viña no mesmo dia.

 Valparaíso – A cidade portuária de Valparaíso é uma das maiores cidades do Chile e atualmente sedia o poder legislativo do país. A cidade tem um relevo acidentado e muitos morros, por isso muitas casas coloridas ficam em áreas inclinadas e oferecem uma bela vista para o mar – esse é o caso de uma casa de Pablo Neruda. Valparaíso se destaca pela história e pelo seu porto.

 DSC07060

Viña del Mar – “Viña”, como as pessoas costumam falar, é a cidade de veraneio para onde correm muitos chilenos, e principalmente santiaguinos, quando as temperaturas estão quentes. Banhada pelo Oceano Pacífico, a cidade tem praias (infelizmente de águas geladas), bons restaurantes, bares e cassinos. Para quem fica vários dias em Santiago, pode valer a pena passar uma noite na cidade e curtir o clima alegre da orla. Há sempre algum brasileiro fazendo a típica foto de “coloquei o pé no Pacífico”. Não deixe de ver também o moai na entrada do museu Fonck, um dos poucos originais fora da Ilha de Páscoa. Viña del Mar, declarada a cidade das flores. As flores já começam na entrada da cidade, com o famoso ponto turístico, que você não pode “passar batido” – o famoso relógio das flores.

 

DSC00195

DSC07033

 

Valle Nevado

DSC00238

A estação Valle Nevado fica em uma cordilheira nos arredores de Santiago, por isso ela acaba sendo visitada principalmente por quem está na cidade e quer ver neve ou praticar um esporte de inverno.

DSC07079

A estação de frio no Valle Nevado começa em meados de junho e dura até o final de setembro. Nessa época a estação está com bastante neve, ideal para quem quer esquiar, praticar snowboard, ou só relaxar na estrutura completa que o local tem para oferecer. É importante ter em mente que se você for em outros meses fora dessa temporada, dificilmente pegará o frio de neve tradicional do Valle Nevado e boa parte da estrutura para os turistas não estará funcionando. No site oficial do local você confere o dia exato em que começa a temporada de neve e ainda pode tirar outras dúvidas.

DSC07092

No Valle Nevado são 9 mil hectares de cordilheira dos Andes com muita neve para aqueles que querem praticar esportes de inverno. Mas você não sabe esquiar? Não tem problema, pois ali também existem instrutores prontos para te ensinar. Basta pagar um valor a parte na hora de retirar os equipamentos. As 34 pistas do Valle Nevado são dividas em 4 grupos: as pistas azuis (que estão em maior quantidade e são para aqueles que tem nível intermediário de esqui), as pistas vermelhas (que também são bem variadas e servem para quem tem nível intermediário), as pretas (que ocupam 1/5 do Valle Nevado e é voltada para os experts) e as verdes (ocupando 10% do Valle Nevado e feitas para principiantes).

DSC07072

DSC00248

 

Anúncios