6 dia em Dubai

Hoje foi o dia de conhecermos o centro Historico de Dubai…

O centro de Dubai é formado pelos bairros de Bur Dubai e Deira, uma região a partir da qual a cidade cresceu e se desenvolveu. Lá visitamos as atrações como o Museu de Dubai, o Mercado de Especiarias e o Mercado de Ouro, além do Creek, um canal cruza o centro da cidade. 

O Museu de Dubai ocupa um espaço que antigamente era um forte. Ele conta a história da cidade e também o estilo de vida do povo árabe. A visita começa por um pátio, onde há uma réplicas de antigas embarcações e de uma casa árabe. A maior parte do acervo do museu está numa galeria subterrânea e climatizada. Painéis multimídia e murais contam a história da cidade, dos tempos antigos em que a região era um grande deserto, passando pela época da descoberta do petróleo há poucas décadas e seguido da explosão no desenvolvimento de Dubai e com a construção mega-projetos e as perspectivas para o futuro a cidade.



Depois fomos em direção ao Creek onde passamos pelo Mercado de Bur Dubai (Bur Dubai Souk), um dos vários souks da região, que vendem tecidos, roupas, souvenirs, artesanatos e muitos outros tipos de produtos.

O Creek é um canal que divide o centro de Dubai em duas partes, de um lado está Bur Dubai e do outro o distrito de Deira. É um pedaço remanescente de um antigo rio que fluía do interior ao litoral e que teve um papel importante na história da cidade, pois servia como rota para navios que movimentavam o comércio da região.


Para cruzar o Creek o jeito mais prático e interessante é pegando um barquinho chamado abra, um dos principais meios de transporte da região na antiguidade e ainda muito utilizada hoje em dia. É uma embarcação simples de madeira e aparentemente frágil. Há dezenas de abras cruzando o canal o tempo todo, ligando as duas estações de Bur Dubai a outras duas que se encontram no lado de Deira.


As abras acomodam aproximadamente 12 pessoas e são equipadas com coletes salva-vidas. Elas partem do terminal assim que ficarem lotadas e isso acontece rapidamente. Para passar para o outro lado, basta entrar na primeira abra que você encontrar e assim que ela estiver lotada o “piloto” atravessa para o outro lado. 

Cruzar o Creek com as abras é um verdadeiro passeio panorâmico e proporciona um ótimo visual da região central de Dubai. Outra coisa bacana é a mistura de etnias e estilos entre os passageiros do barco, onde turistas com suas câmeras fotográficas se misturam a árabes em trajes típicos, trabalhadores de terno e gravata e imigrantes de diversas nacionalidades.

Atravessando o Creek chegamos ao bairro Deira, o segundo mais antigo da cidade, fundado em 1841, quando alguns colonos de Bur Dubai atravessaram o canal para formar uma nova aldeia. Este talvez seja o bairro mais bagunçado de Dubai, com ruas estreitas, prédios antigos e feios, centenas de lojas de comércio popular e muita poluição visual e sonora.



Em Deira visitamos dois souks. O primeiro deles foi o Mercado das Especiarias (Spice Souk), um conjunto de pequenas bancas que vendem produtos como temperos, condimentos, especiarias, produtos naturais, culinários, medicinais e cosméticos.

O espaço é apertado e a abordagem dos vendedores constante, isso chega a ser um pouco incômodo eles são chatos mas ficam muito animados quando você diz que é brasileiro. Ainda assim  a visita ao Spice Souk é muito interessante, colorida e com aromas de especiarias que se misturam e deixam o ambiente muio agradável.

Em seguida visitamos o famoso Mercado de Ouro de Dubai (Dubai Gold Souk), uma grande área coberta e bem organizada, com dezenas de lojas que vendem jóias. Este souk é um dos mais visitados da cidade, tanto por turistas quanto por pessoas locais e sempre com muitos árabes, indianos, etc…em trajes típicos.

As jóias são vendidas por peso e é importante praticar a arte de pechinchar para conseguir bons descontos. Além de ouro, é forte a presença de jóias de prata e com diamantes. É impossível não ficar impressionado com a quantidade de ouro e com a beleza das jóias.  Mas nada de se animar muito, os preços não são tão baratos assim.


O passeio ao centro histórico durou praticamente o dia todo, precisa ter perna para aguentar, andamos 17km…aff.

Mas valeu a pena, conhecemos o outro lado de Dubai….se eu amei?? Prefiro a parte mais moderna da cidade. Não gastaria outro dia para voltar ao centro histórico.


É isso…

Amanhã tem mais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s