Por dentro do Palácio de Inverno – Dia 2

Nosso segundo dia em São Petersburgo começou cedo, antes das 8:30hs da manhã já estávamos na rua.

Nosso primeiro destino, Palácio de Inverno –  Museu Hermitage, conhecer por dentro aquele que por fora já é impressionante.

Mas antes de chegarmos lá, no nosso caminho, Catedral De São Isaac e Almirantado. E porque não mais uma olhadinha…

IMG_7556

IMG_7560.jpg

Até que chegamos ao Hermitage, um museu localizado às margens do rio Neva, em São Petersburgo. É um dos maiores museus de arte do mundo e sua vasta coleção possui itens de praticamente todas as épocas, estilos e culturas da história russa, européia, oriental e do norte da África, e está distribuída em dez prédios, situados ao longo do rio Neva, dos quais sete constituem por si mesmos monumentos artísticos e históricos de grande importância. Neste conjunto o papel principal cabe ao Palácio de Inverno, que foi a residência oficial dos Czares quase ininterruptamente desde sua construção até a queda da monarquia russa.

Organizado ao longo de dois séculos e meio, o Hermitage possui hoje um acervo de mais de 3 milhões de peças. O museu mantém ainda um teatro, uma academia musical e projetos subsidiários em outros países. O núcleo inicial da coleção foi formado com a aquisição, pela imperatriz Catarina II, em 1764, de uma coleção de 225 pinturas flamengas e alemãs do negociante berlinense Johann Ernest Gotzkowski.

IMG_7568

O que vimos no Hermitage fica difícil retratar aqui, além de impressionantes salas palacianas, vimos quadros, esculturas, objetos pré-históricos, cerâmicas, objetos decorativos (móveis, vasos, lustres etc), armas, livros, moedas, jóias e muito mais.

Além de uma constelação onde figuram duas Madonnas de Leonardo Da Vinci; a grande coleção de Matisse Rembrandt e dos Holandeses; os Loggias de Raphael, uma cópia dos afrescos do Vaticano; Van Goghs; Picassos; e uma estátua de Michelângelo. O quadro Danae, de Rembrandt, ficou famoso porque, em 1985, um maluco jogou ácido sulfúrico e o esfaqueou. Ele foi restaurado, mas ainda há danos visíveis.

Outro destaque do Hermitage são as jóias e, entre elas, as peças em ouro cita. Entre os ambientes os mais famosos estão o Pavillion Hall, no Pequeno Hermitage; a Escadaria Jordan, no Palácio de Inverno; as salas dos tronos (pequena e grande); e as salas malaquitas. 

IMG_7576
Escadaria Jordan

IMG_7584

IMG_7596

IMG_7610
Biblioteca de Nicolau

IMG_7612

Dentro do Hermitage, os tetos e pisos são maravilhosos, é impossível não entortar a cabeça para admirar tal beleza.

IMG_7637

IMG_7627

IMG_7703

IMG_7709

IMG_7715

O Hermitage realmente é um museu incrível. Vale a pena a visita e melhor que seja de um dia inteiro. Mas como não tínhamos um dia inteiro, saímos depois de umas 3 horas e mais uma vez apreciamos a Praça do Palácio. Quanta beleza…

IMG_7726

Saímos do Hermitage em direção a Igreja de Nosso Senhor do Sangue Derramado, as distancias não são tão curtas, mas vale a pena a caminhada, uma vez que o caminho é repleto de grandes paisagens.

IMG_7744

Até que chegamos a famosa Catedral. Infelizmente estava em manutenção, mas em hipótese alguma perdeu sua beleza e encantamento.

IMG_7757

IMG_7766

A Catedral do Sangue Derramado ou Igreja da Ressurreição do Salvador sobre o Sangue Derramado é uma igreja ortodoxa russa em São Petersburgo, situada na margem do canal Griboedov (assim designado em honra de Alexandr Griboiedov) próximo ao parque do Museu Russo e da Nevsky Prospekt. A igreja foi construída no local onde o Czar Alexandre II da Rússiafoi assassinado, vítima de um atentado no dia 13 de março de 1881.  O mausoléu que fica no lado oposto ao altar ainda preserva algumas pedras com marcas de sangue do imperador russo.

A Catedral por fora já vale a pena conhecer, mas por dentro é impressionate, perceber os detalhes, as pinturas, a historia em cada pedacinho é de arrepiar.

IMG_7768

IMG_7770

IMG_7780

IMG_7782

O altar principal impressiona pelos detalhes, é tão adornado que parece uma renda. Se você reparar, vai ver que cada coluna tem uma estampa diferente da outra, tudo tão perfeito que é difícil acreditar. Iconóstase do altar principal parece talhado em madeira, mas não é madeira, é mármore!

IMG_7816

IMG_7810

A maioria das igrejas tradicionais russas não têm escultura. O interior é todo decorado de mosaicos. Hoje em dia estas igrejas são  mais museus que igrejas, por conta do patrimônio arquitetônico. A Catedral do Sangue Derramado, tem mais de 7 mil metros quadrados de alguns dos mais lindos exemplares do mosaico típico da Rússia, que usa pedaços de pedras semipreciosas de diferentes cores, em vez de usar cerâmica pintada, estas obras possuem valor incalculável.

img_7805.jpg

Realmente valeu a visita. A Catedral é de uma beleza sem igual.

Saindo da Catedral tivemos nosso primeiro encontro com as Matreuskas!

Logo na saída da igreja as margens do canal Griboedov, uma feirinha de artesanato com tudo de mais bonito que a Russia tem a oferecer aos turistas, vale a pena parar em cada barraca e ver com atenção os detalhes de cada peça.

IMG_7817.jpg

IMG_7822

IMG_7823

IMG_7825

IMG_7832

Agora, parada para o almoço. Encontramos um outro restaurante, Chacha, na Griboyedova, muito gostoso, próximo a Catedral, comida boa, bebida gelada e preço justo, alias, se come muito bem na Russia e não se gasta muito.

Próxima parada Kazan Catedral, que esta bem próxima da Catedral do Sangue Derramado.

Uma outra Catedral incrível, diferente de tudo que eu ja tinha visto.

IMG_8549

A Catedral de Nossa Senhora de Cazã  é um templo ortodoxo, sendo um dos raros exemplos do estilo Império trabalhados na Rússia imperial. A Catedral tem esse nome pelo fato de a imagem que ela abriga ter sido encontrada na cidade de Cazã.

Foi construída na Avenida Névski entre 1801 e 1811, pelo arquiteto Andrei Voronikhin para que servisse de abrigo à imagem da Nossa Senhora de Cazã. Após as Guerras Napoleônicas, tornou-se um memorial militar para celebrar a vitória russa. Em 1932, já após a Revolução socialista que definiu a Rússia como Estado ateu, a Catedral tornou-se um museu das religiões. Desde 2000, a Catedral é a filial do Patriarcado de Moscou na cidade de São Petersburgo.

IMG_7886

IMG_7899

IMG_7888

IMG_7895

Bem em frente a Igreja fica o famoso prédio da Casa Singer.

A Casa Singer, também conhecida como a Casa dos Livros, é um edifício localizado na interseção da Nevsky Prospekt e do Canal Griboiedov, em frente à Catedral de Cazã . É reconhecido como um marco histórico e tem status oficial de objeto do Patrimônio Cultural Russo, e também é onde está a sede da rede social VK.

img_8554.jpg

IMG_8557.jpg

O edifício foi projetado pelo arquiteto Pavel Suzor para o ramo russo da Singer Corporation. A administração da Singer Corporation inicialmente pretendia construir um arranha-céu, semelhante ao Singer Building, sede da empresa que estava sendo construída naquela época em Nova York, mas o código de construção de São Petersburgo não permitia estruturas mais altas que o Palácio de Inverno, a residência do imperador. O arquiteto encontrou uma solução elegante para o limite de 23,5 metros de altura: o edifício Art Nouveau de seis andares é coroado com uma torre de vidro, que por sua vez é coberta por um globo de vidro criado pelo artista estônio Amandus Adamson. Esta torre cria a impressão de uma elevação substancial, mas é suficientemente sutil para não ofuscar a Catedral de Cazã ou a Catedral do Sangue Derramado.

Durante a Primeira Guerra Mundial a embaixada dos Estados Unidos foi localizada no edifício por um breve período. Em 1919, pouco depois da Revolução de Outubro, o edifício foi entregue à Editora Estadual de Petrogrado. A livraria continuou funcionando durante o cerco de Leningrado até novembro de 1942, reabrindo outra vez em 1948. O edifício foi fechado para a reconstrução entre 2004 e 2006, e quando foi reaberto abrigou diversos negócios, incluindo a Casa dos Livros e o Café Singer.

E para fechar este dia incrível com chave de ouro, voltamos a Catedral de São Isaac para agora subir ao alto da cúpula e ver a cidade de São Petersburgo de cima e também para entrar a igreja e conhecer esta maravilha por dentro.

IMG_7936

IMG_7934

IMG_7943

 

IMG_7975

IMG_7993

IMG_7973

E depois dessa surpreendente visita, que nos encantou e nos emocionou imensamente, saímos de la, demos mais uma olhadinha nessa maravilhosa Catedral, e finalizamos nosso dia com a certeza de termos aproveitado mais um dia em São Petersburgo como deve ser aproveitado.

IMG_8042
Monumento a Nicolau
IMG_8045
Palácio Mariinsky

Amanhã tem mais.

Até.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s